sábado, 8 de maio de 2010

Meu Fluminense

Meu amor, que já está verde
Sofre calado por você
Sofre quando você perde
Sonha esperançosamente em lhe ver crescer

Meu coração que é vermelho de sangue
Chora por cada momento de alegria
Mas se exangue
Por não ver esses momentos todo dia

Minha paixão é branca e serena
Leva em conta somente seus fatores positivos
Lembra de você e eu e cada cena
Sem nem precisar de motivos

Meu amor, minha paixão, meu coração
Pulsam por você, meu Fluminense
Você comove e faz-se amar por mais que uma nação
Mesmo não sendo sempre que você vence
Te amo, meu Fluminense!

(Daniela Strieder)

Blog: http://poemasdstrieder.blogspot.com/2010/04/meu-fluminense.html

2 comentários:

Dani Strieder disse...

Acabei de encontrar essa divulgação da minha poesia no Google... Pena que eu tenha demorado tanto tempo, mas muito obrigada pela divulgação e que bom que você gostou!

Bom dia!

Natália tricolor disse...

Olá, Dani Strieder.

Que bom que você encontrou a sua poesia no meu blog. Se não me engano, acho que li pela primeira vez no orkut.

Se tiver outra poesia bonita sobre o Flu, publique aqui.

Saudações Tricolores